menage com amigo de infancia – 5 min
Como boa parte de mulheres ou mesmo homens, também tem minhas fantasias sexuais, e anormal é quem não as tem. Sempre gostei de observar casais em sua intimidade, claro, quando possível. Gosto de filmes pornôs, e não vejo mal algum, claro que existem alguns filmes horriveis. Sempre achei de um mal gosto terrível aqueles gozos faciais, acho particularmente de um tremendo mal gosto. Mas, ainda bem que nem todos são assim. Entretanto, vamos lá contar minha história. Meu marido levava alguns filmes de dupla penetração, ou dois homens com uma mulher… eu comecei a gostar daquilo… mas, de sonhar e passar para uma ação…. tem muita agua para passar debaixo da ponte. Outro dia, Paulo me apresentou um cliente ( suposto cliente ). Pessoa de bem, casado como nós, e estremamente gentil. Era aquele tipo de homem que toda mulher sonha. Cheiroso… fino, educado, enfim um tipo…Confesso que fiquei meio que atordoada pelo cara. Nada falei, mas pensava muito nele. Um dia… estava em meu escritório, sou advogada, e a secretária anunciou que ele estava ao telefone querendo falar comigo. Gelei, na hora me veio a figura do Paulo. Ora, não sou uma adolescentezinha qualquer, tenho 44 anos, boa cultura, simpática, diria que sou bonita. Tenho coxas grossas, coisas que chamam atenção. Atendí. Ele falou que estava ligando para marcar um almoço conosco… eu , ele e meu marido. Na hora pensei em não aceitar, mas … a libido falou mais alto. Paguei para ve-lo novamente. No dia marcado, lá fomos nos. Eu num canto da mesa e eles em cada ponta da mesa… Papo vem , papo vai, senti a perna de Paulo encostarem em meus joelhos… tentei afastar-me, mas não consegui. Sentí que ele forçava e batia de vez em quando. Olhava para ele, e ele estava impávido, como se nada estivesse acontecendo. Aí… eu forcei…Tirei a sandália e passei a ponta de meu dedo do pé em sua canela. Foi o que faltava. Sua expressão mudou. Ficou corado. Meu marido pediu licença para ir ao banheiro e saiu. Ficamos nos dois lá. Ele me olhou e disse apenas isso : ” te desejo “. Quase morri de susto.Senti sua mão encostando na minha. Eu balbuciei… eu também. Quando meu marido voltou, acordei. Estava tremula… Deus, o que havia dito… Bem, levantamos pagamos a conta e ao sair, Paulo disse que estava sem carro e nos pediu uma carona. Concordamos é claro. Estava muda. Meu marido disse: Paulo, aqueles filmes que você tem estão disponíveis para empréstimo ? Eu falei : Que filmes ? No que Paulo respondeu : Filmes pornôs. E alguns que eu mesmo filmei. Meu marido então falou : Porque vc não nos empresta ? E Paulo disse : Ora, vamos lá no meu apartamento que pegarei. Fomos. Não queria subir, mas meu marido falou que era rapidinho. Entramos e meu marido logo pediu para ver alguns, rapidamente. Paulo falou, tudo bem, mas vou sair da sala para não ficar com vergonha. Ficamos eu e meu marido. O filme mostrava Paulo primeiro tomando banho sozinho, depois se enxugando, depois se esfregando como se masturbasse. Eu fiquei babando… ví seu membro em riste, lindo gostoso, grosso. Foi quando ví meu marido passando as mãos em minha perna. Tentei afasta-lo, mas deixei, eu tb estava excitada. Estavamos naquele amasso, quando Paulo entrou… enrrolado em uma toalha, sem camisa, todo molhado, cheirando uma lavanda deliciosa. Ele disse calmamente… Posso me juntar a vocês ? Meu marido com um sorriso concordou. Olha, que loucura. Aquele membro em ríste na minha frente, eu o chupava inteiramente, adorava aquilo. Ele com uma das mãos esfregava minha xaninha toda molhada. Suas mãos suaves me masturbavam. Depois com muita delicadeza foi me penetrando, lentamente no principio e rápido depois…. Olha, nem sei mais o que escrever. Mas se quiserem saber, escreva-me. menage com amigo de infancia

Category: amador, mais vistos