vazou no whatsapp gostosa fudendo muito – 1 min 23 sec
Loira Fogosa Olá, pessoal este conto que envio, é a história de uma loira, muito gostosa, insaciável e cheia de fantasias. Em junho meus pais foram viajar e fiquei sozinho em casa, quando chegou à noite, tomei um banho e fui para o centro cidade passear. Quando cheguei no centro encontrei os amigos, cumprimentei-os e ficamos conversando até altas horas, quando de repente apareceu uma loira, que aparentava ter uns 20 anos. Ela estava vestindo uma mini saia bem apertada. Quando ele chega perto de nós e me chama para conversar, apesar de ser tímido, fui, conversamos um tempão. Já era tarde, quando perguntei, se ela queria uma carona? Ela ficou pensativa, porque havia acabado de conhecer. Mas acabou aceitando, fomos embora, mas antes tive que passar no clube para pegar meu primo que estava comigo, enquanto esperávamos por ele, continuamos a conversa e pintou o clima. Quando ele chegou, entramos no carro, levei, meu primo primeiro e depois fomos para minha casa, chegando lá, ela começou, reclamar que se eu estivesse pensando em sacanagem, podia tirar o cavalinho da chuva, porque ela não iria liberar. Peguei uma cerveja, começamos conversar, depois de muita conversa, comecei a beijar ela, acariciar seus peitos, chupa-los, fui descendo um pouco até chegar a sua vulva, quando comecei a chupar sua boceta, ela deu um grito: dizendo que já estava gozando, continuei chupando, até que ela me pediu para sentar no sofá, em seguida começou a tirar minha camisa, bermuda, quando estava só de samba calção, ela o tamanho, arrancou rápido meu samba calção e começou a chupar meu pau, a boca dela parecia de veludo, chupou com tanta volúpia que gozei na boca dela e ela engoliu toda a minha porra sem deixar cair uma gota. E aí fomos tomar um banho, depois, já no quarto, deitados na cama, chupei ela inteira novamente, quando ela estava quase gozando, ela me pediu para penetrar a boceta, mas, avisando-me para colocar devagar porque era virgem ainda, falei: Vou por com carinho e encostei a cabeça do meu pau na direção da boceta dela e fui enfiando, enquanto escutava ela gemendo de dor e prazer, perguntei se ela queria que eu parasse e ela me pediu para enfiar tudo, que estava muito gostoso e que queria meu pau inteiro dentro dela. Depois, falou que queria cavalgar, atendi seu pedido imediatamente, calvagava muito gostoso, quando falei que iria gozar deu pulo e começou a chupar até sentir a porra inteira dentro de sua boca. Fomos nos lavar novamente, voltamos ficamos conversando mais um pouco, de repente ela começou a me chupar novamente e meu pau respondeu rápido, quando percebeu que estava completamente duro, me pediu para comer seu cu, não fiz de rogado e mandei ela ficar de quatro, lambi o cuzinho dela. Quando coloquei a cabeça deu um berro, acho que todos os vizinhos devem ter escutado, mas mesmo assim continuei, depois que já estava inteiro dentro, comecei um vai e vem gostoso, quando ela estava gozando, começou a aumentar o rítimo e a me chamar de gostoso, até que gozamos juntos. Tomamos outro banho e transamos a noite inteira. Mas isso é outra história. Tenho 24 anos, se alguma gata quiser entrar em contato para trocar idéias sobre fantasias ou quiserem realizar suas fantasias estou disposto a satisfazê-las.

Category: amador